Sertões 2020

Campeões das motos aprovam largada do Sertões 2020 em São Paulo (SP)

Anúncio, feito pela organização do evento em parceria com o Governo do Estado, é visto com bons olhos pelos pilotos Jean Azevedo e Tunico Maciel, da equipe Honda Racing

20/10/2019 16h04
Por: Rodrigo Barão
Fonte: Mundo Press
88
Jean Azevedo (de vermelho), ao lado do governador João Dória e de campeões do Sertões, após o anúncio da largada de São Paulo (SP) em 2020. Crédito: Haroldo Nogueira. Divulgação: Mundo Press
Jean Azevedo (de vermelho), ao lado do governador João Dória e de campeões do Sertões, após o anúncio da largada de São Paulo (SP) em 2020. Crédito: Haroldo Nogueira. Divulgação: Mundo Press

O Sertões retoma as suas origens e irá largar da cidade de São Paulo na temporada 2020. A anúncio foi feito nesta sexta-feira (18/10) pela organização do rali em parceria com o Governo do Estado de São Paulo, durante coletiva de imprensa realizada no Palácio dos Bandeirantes, na capital paulista. Os campeões das motocicletas Jean Azevedo e Tunico Maciel, da equipe Honda Racing, viram com bons olhos a novidade da competição, considerada um dos maiores ralis do mundo. 

Com 27 edições realizadas, o primeiro Sertões da história largou do Vale do Anhangabaú com destino a Natal (RN). De 1993 a 2001, a prova teve início em São Paulo. O retorno à capital paulista foi confirmado pelo governador João Dória e por Joaquim Monteiro, CEO da Dunas Race, organizadora do Sertões, que ainda antecipou que o rumo da edição 2020 será o litoral do Ceará. O 28º Sertões será realizado de 14 a 22 de agosto. 

O paulista Jean Azevedo, sete vezes campeão e maior vencedor da categoria para motocicletas, participou de 25 edições e é testemunha do nascimento da prova. Ele esteve presente no evento no Palácio dos Bandeirantes e recebeu a novidade com entusiasmo. “Estou muito feliz. Peguei o início da prova, lá no começo, com as largadas no Anhangabaú e no estádio do Pacaembu. Sou de São José dos Campos, a uma hora de São Paulo, e será como largar em casa”, analisou. 

Para o experiente competidor, as trilhas paulistas trazem uma série de possibilidades para o roteiro da prova. “O Estado tem lugares como a Serra da Mantiqueira, marcada por caminhos técnicos, sinuosos e com cascalho, que eu conheço muito bem por ser a minha região. Há diversas possibilidades de roteiro, com locais mais para o interior do Estado com etapas mais rápidas, no meio de canaviais e com bastante poeira. Tenho certeza de que a organização saberá escolher os locais mais desafiadores para pilotos e máquinas dentro de São Paulo”, continua o piloto da equipe Honda Racing. 

Atual bicampeão das motocicletas, com a Honda CRF 450RX, o mineiro Tunico Maciel acredita que a largada em São Paulo traz benefícios a todos os envolvidos no Sertões. “Por São Paulo ser um grande centro, é muito interessante o que a cidade pode proporcionar ao rali em termos de visibilidade e de público. O começo vai ser duro, com grandes deslocamentos, e isso já vai medir os pilotos e mostrar de cara quem tem o melhor equipamento. Eu estou muito feliz por ser em São Paulo, a minha família, com certeza, vai estar toda lá na largada, já que é muito difícil eles conseguirem me acompanhar nas provas. O Sertões vai crescer ainda mais em 2020 e eu quero continuar crescendo com a prova para defender o título”, conclui Maciel. 

A equipe Honda Racing de Rally Cross Country é patrocinada por Pro Honda, ASW, Michelin, DID, Alpinestars e Seguros Honda.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Blogs e colunas
Últimas notícias
Mais lidas
Banner lateral interna posição 4