Brasileiro de Rally

Palmeirinha vence movimentada abertura do Brasileiro de Rally em Estação

Treze estágios cronometradas por estradas de terra velozes, mas com cascalho e pedras limitando a aderência e não perdoando erros.

15/04/2019 17h12
Por: Rodrigo Barão
Fonte: Racemotor
191

Treze estágios cronometradas por estradas de terra velozes, mas com cascalho e pedras limitando a aderência e não perdoando erros. E valetas e barrancos prontos para comprometer a prova de quem não permanecesse nos limites. O 19º Rally de Estação, primeira prova do Brasileiro de Rally de Velocidade (também válido como abertura do Gaúcho) foi um teste e tanto para os 37 inscritos nas várias categorias.

E quem acabou puxando a fila na classificação geral foram os atuais campeões, Paulo Nobre, o Palmeirinha, e Gabriel Morales, com o Skoda Fabia R5, que faz sua primeira temporada completa por aqui – com direito a uma saudável rivalidade com a equipe apoiada pelo Corinthians, com o Peugeot 208MR de Roberto Reijers e o 207 XRC de seu filho, Tiago.

“Apesar de sermos sempre os primeiros a largar, limpando o trecho e abrindo o trilho para quem vinha depois, conseguimos ser os mais rápidos por toda a prova, estou muito satisfeito em começar o ano vencendo e liderando os dois campeonatos”, destacou Palmeirinha, que vinha do décimo lugar geral no Rally dos Açores, abertura do Europeu.

Com o sábado e o domingo valendo como etapas separadas do Brasileiro, não faltaram sustos, como os dos irmãos Sartori, que capotaram no segundo estágio do primeiro dia mas, no segundo, asseguram a segunda posição na categoria RC2 (carros 4×4 a partir de 1.600cc). E se os problemas mecânicos e acidentes prejudicaram vários dos favoritos, Luiz Facco/Giovanni Bordin conseguiram, na classificação final da prova, o segundo lugar com o Peugeot 208 MR da Acelera Siriema.

O detalhe é que Facco deveria disputar no mesmo fim de semana uma prova de rally cross-country no Paraguai com seu Buggy Giaffone V8, mas um problema no transporte do veículo o levou a acionar o “Plano B” com sucesso. Destaque também para o Chevrolet Celta de Ricardo Oro/Vanderlei Carminati, vencedores na RC4 (carros 4×2 até 1.600cc com preparação).

Rafael Cabello e Rafael Karpinski (VW Gol) levaram a melhor na RC3 (carros 4×2 acima de 1.600cc), enquanto na RC5 (4×2 até 1.600cc com preparação limitada), categoria com maior número de inscritos, os atuais campeões brasileiros Victor Corrêa/Maicol Souza foram os grandes vencedores.

  • Palmeirinha vence movimentada abertura do Brasileiro de Rally em Estação
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.