Precisando de ajuda
Skatista de 13 anos faz campanha para ir a Mundial na Europa
Aos 13 anos, Virgínia está na expectativa de sua primeira viagem internacional
13/04/2019 16h06Atualizado há 5 dias
Por: Rodrigo Barão
Fonte: O Globo
43
NIT Niteroi (RJ) 10/04/2019 - Fera do Skate Pede Ajuda para o Esporte , Itaquatiara Niteroi RJ , Fotos : Fabio Guimaraes / Agencia O globo. Foto: Fábio Guimarães / Agência O Globo
NIT Niteroi (RJ) 10/04/2019 - Fera do Skate Pede Ajuda para o Esporte , Itaquatiara Niteroi RJ , Fotos : Fabio Guimaraes / Agencia O globo. Foto: Fábio Guimarães / Agência O Globo

Prestes a estrear em competições internacionais a fim de disputar a primeira etapa do Circuito Mundial de Skate na Inglaterra, no mês que vem, a atleta Virgínia Fortes Águas se planeja para representar o Brasil, mas está numa cruzada contra o tempo para garantir o dinheiro que financie também a ida de um acompanhante. Como a skatista niteroiense tem apenas 13 anos, o ideal é viajar com um responsável.

Virgínia ocupa atualmente a quinta posição mundial na categoria street feminino e a segunda no ranking brasileiro. Atleta da Seleção Brasileira de Skate, ela tem passagem e estadia para Londres garantidas pela entidade. A primeira fase do Mundial será entre os dias 20 e 26 de maio, mas antes haverá uma pré-campeonato, de 13 a 16 do mesmo mês, na França.

Para assegurar os R$ 7 mil necessários para passagens e hospedagem do pai da atleta, Virgílio Fortes Águas — que também atua como treinador —, a família de Virgínia está organizando uma vaquinha on-line. Até agora já foram arrecadados quase R$ 3 mil. Os recursos também serão usados para deslocamento e estadia dos dois na França.

— Ela precisa ter um acompanhante. É um esporte de risco e não dá para uma menina de apenas 13 anos viajar sozinha. Aqui em Niterói, o Igor Carvalho é o treinador dela, e nos campeonatos eu sempre acompanho com meus próprios recursos, mas como é uma viagem internacional fica muito puxado. Em São Paulo, por exemplo, cheguei antes, conheci e desenhei a pista e traçamos uma estratégia — explica Virgílio.

Vendedor de caldo de cana e pastel, ele também tem incentivado seus clientes a participarem da campanha:

— Além de incentivar o esporte, o cliente vai beber o melhor caldo de cana com gengibre e limão.

A viagem para a Europa é o primeiro grande passo para a atleta, quesonha em representar o país nas Olimpíadas de 2020, em Tóquio , primeiro ano em que o skate será modalidade olímpica.

— Estou me preparando bem e quero fazer bonito. A expectativa é a melhor possível — diz Virgínia, moradora do Engenho do Mato.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.